Marcha em equino idiopático

 

A Marcha em Equino Idiopática, ou seja, o "andar na ponta dos pés", faz parte do desenvolvimento normal da criança, assim que ela começa a andar e correr. Ocorre em aproximadamente 12% das crianças e melhora em metade delas até os 5 anos. ⠀

Mas é importante saber que os pequenos que insistem em andar na ponta dos pés podem indicar um desvio da anormalidade ou doença. São causas comuns: autismo; paralisia cerebral; doença de Charcot-Marie-Tooth.⠀

 

Por que isso acontece, Drº Nordon?⠀

É uma boa pergunta. 60% dos casos não têm diagnóstico - o que nós chamamos de idiopático. O grande problema é que a criança começa meio que por "hábito" e, depois, com o tempo, se nada é feito, o tendão começa a encurtar - e o hábito se torna inevitável, porque o tendão de Aquiles não estica mais o suficiente para o pé encostar no chão. ⠀

Quais são os tratamentos?⠀

➡Fisioterapia: esse método deve focar, principalmente, no alongamento do tríceps sural e no fortalecimento da musculatura do tornozelo. Deve ser feita desde o começo da queixa. Fazem parte alongamentos, treino de marcha, biofeedback, entre outras opções. ⠀

➡Gesso: é uma opção de exceção, quando a fisioterapia não funcionou. Geralmente associado à toxina botulínica, que impede a contração da musculatura da perna.⠀


➡Alongamento cirúrgico: essa é a última opção de tratamento. Geralmente utilizada na Paralisia Cerebral e Charcot-Marie-Tooth, não é uma das melhores opções para crianças saudáveis ou autistas, mas pode ser a única solução e deve ser tentada apenas em último caso. ⠀⠀
Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário ou marque uma consulta! (11)5579-9090.

 

Um grande abraço,

Dr. David Gonçalves Nordon. 

CRM 149.764 TEOT 15.305

 

Tags: Marcha em equino idiopático

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Dr. David Nordon

Rua José António

Coelho 801 - Vila Mariana

São Paulo - SP

​​

E-mail

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

CRM 149.764

TEOT 15.305