O que é torcicolo congênito?

 

Um problema que pode trazer sérias consequências, se não for tratado desde o começo.

 

A criança pode apresentar alguns problemas no pescoço quando nasce, e todos eles se apresentam de forma bastante semelhante: o torcicolo postural, o torcicolo congênito e deformidades vertebrais.

 

Nas deformidades vertebrais, o problema é ósseo, de forma que a musculatura não se encontra encurtada, mas pode haver deformidades e restrições de movimento em maior ou menor grau. O diagnóstico pode ser muito difícil.

 

O torcicolo postural é quando a criança nasce com a cabeça em uma posição viciosa. Geralmente a musculatura é pouco ou não endurecida, e é possível mexer a cabeça para tirar desta posição fixa. Na maior parte das vezes, a doença melhora com alongamento, fortalecimento e o desenvolvimento da criança.

 

O torcicolo congênito, por outro lado, é um primo mais grave do postural. Acredita-se que um pequeno sangramento no músculo que gira o pescoço provoque uma fibrose, o que impede a movimentação do pescoço para um lado. Geralmente, a criança não consegue ultrapassar a linha média, ou seja, olhar para o outro lado.

 

Geralmente é possível palpar nódulos na musculatura do pescoço do bebê. Para o tratamento, é necessário um acompanhamento de perto, fisioterapia intensiva e sempre buscar outras doenças que podem estar associadas, como dos quadris e dos pés.

 

Complicações desta doença envolvem deformidades da cabeça e irreversíveis do pescoço e do equilíbrio corporal.

 

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário, ou marque sua consulta!

Dr. David Gonçalves Nordon.

CRM 149.764 TEOT 15.305

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Dr. David Nordon

Rua José António

Coelho 801 - Vila Mariana

São Paulo - SP

​​

E-mail

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

CRM 149.764

TEOT 15.305