Dr. David Nordon

Rua José António

Coelho 801 - Vila Mariana

São Paulo - SP

​​

E-mail

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

CRM 149.764

TEOT 15.305

Tudo o que você precisa saber sobre Pés Chatos (Planos)

O que é?
O pé plano é aquele que apresenta um arco longitudinal (aquela curvinha da sola do pé que normalmente não encosta no chão) diminuído, ou seja: o pé da criança encosta todo, ou quase todo, no chão.
 
 

Qual a causa?
O pé chato pode ocorrer de duas formas: no adulto, geralmente em pessoas mais velhas, deve-se à fraqueza de um tendão – o tibial posterior – que leva à perda progressiva do arco do pé.
Em crianças, não tem uma causa definida, sendo um aspecto anatômico do pé, geralmente com algum componente familiar (pai ou mãe geralmente têm). Nós gostamos de dizer que o pé chato de nascença é uma característica da criança, assim como cor da pele, dos olhos ou cabelo.
Em alguns casos, quando se desenvolve ao longo da adolescência, pode se dever a um defeito de separação dos ossos que conhecemos como coalisão tarsal ou barra óssea.
 
Como diagnosticar?
O diagnóstico é totalmente clínico. O ortopedista observa o pé por diversos ângulos e às vezes avalia a pegada e a impressão do pé sobre o vidro. É possível classificar o pé chato de acordo com a gravidade, através de o quanto a impressão ou pegada ficam deformadas.
O pé chato pode ser, também, rígido ou flexível. Esta diferença é importante, pois pode indicar tratamento cirúrgico ou não.
É importante saber que a criança tem até os dez anos de idade para desenvolver o arco do pé. Ou seja: não é porque ela tem pés chatos quando mais nova, que eles obrigatoriamente serão chatos pelo resto da vida. O arco pode ou não se formar.
 
Como tratar?
O pé plano flexível não requer nenhum tratamento específico. Ocasionalmente alguns tendões contraturados podem causar dor, e o seu alongamento é suficiente.
Certos pacientes podem se beneficiar do uso de calçados específicos para pisada pronada.
O pé plano rígido, por outro lado, pode ser causa de dor e necessitar de tratamento cirúrgico. É importante uma avaliação cuidadosa para diferenciar estes casos.
 
Pé chato causa dor?
Via de regra, não. A contratura de tendões e a coalisão tarsal podem levar a dor, mas, na grande maioria dos casos, não. O pé cavo (que é aquele com o arco bem aumentado) causa muito mais dor que o plano.
 
Botinhas funcionam?
Não. Não, mesmo. Eu já disse não? Muitos recomendam o uso de botas ortopédicas, que foram uma verdadeira febre no passado, mas elas não só não ajudam a formar o arco do pé, como são um estorvo para a família e a criança.
 

Andar na areia funciona?
Não faz diferença. A criança que for desenvolver o arco do pé irá desenvolvê-lo independentemente do que for feito. O mais importante é deixar a criança ser criança, sem restrições por causa dos pés.
 
Ficou com alguma dúvida? Entre em contato ou marque uma consulta!
(11) 5579-9090.
 
Dr. David Gonçalves Nordon.
CRM-SP 149.764.
TEOT 15.305

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload